Como plantar palavras de conforto e vitória na vida dos outros?
29/01/2019 15:19 em notíciascatolicas.com.br

Já sabemos que, revestidos do Cristo, nos tornamos “homens novos, criados à imagem de Deus, na verdadeira justiça e santidade” (cf. Ef 4,24). A primeira consequência da vida nova é a prática das virtudes, exercendo-as de forma a reunir todos os cristãos pelo sacrifício de Cristo. Esse trabalho de evangelização está ligado estritamente à felicidade, à caridade e, sobretudo, ao amor. Nesse passo, não nos é exigido sempre grandes obras, mas é importante estarmos atentos aos momentos de tristeza que envolvem aqueles que participam do nosso cotidiano, sempre nos apresentando dispostos a ajudá-los. São Paulo, na carta escrita aos Efésios, ensina: “De vossa boca não saia nenhuma palavra maliciosa, mas somente palavras boas, capazes de edificar e de fazer bem aos ouvintes” (Ef 4,29).

E assim podemos fazer pequenas obras de evangelização, apenas com palavras de vitórias, as quais, muitas vezes, faltam na vida dos nossos irmãos. Estando com o próximo, é necessário sermos presença verdadeira, principalmente em um momento social em que os smartphones roubam toda a nossa atenção. Estar, de fato, com o outro, é desligar-se dos próprios problemas, das interferências da internet e da televisão, e ouvir o que outro nos diz de coração. Com isso, as palavras certas virão até nós e seremos mensageiros da felicidade.

Por outro lado, é preciso atentar-se às palavras que entristecem e magoam. Por vezes, a correria do nosso dia a dia nos leva a escolher palavras erradas, principalmente quando, desatentos ao sentimento do outro, não interpretamos o momento com o devido respeito e fazemos piadas, brincadeiras ou pouco caso do assunto. Nessa situação, perdemos a oportunidade de fazer o bem. Portanto, que a lição de São Paulo possa estar sempre conosco, para que as palavras que saiam de nossas bocas sempre edifiquem.

Papa Francisco nos ensina: “A misericórdia possui também o rosto da consolação. ‘Consolai, consolai o meu povo’(Is 40,1) são as palavras sinceras que o profeta faz ouvir ainda hoje, para que possa chegar uma palavra de esperança a quantos estão no sofrimento e na aflição”. Plantar palavras de vitória em sua vida e na dos outros é fácil apenas na teoria. Na prática, são diversas as situações que dificultam ouvirmos e dizermos essas palavras de consolação.

Que Deus nos ilumine e nos guie, para que sejamos capazes de ser uma presença verdadeira que nos afaste das distrações. Para que as palavras de conforto e vitória nos sejam claras, tornando-nos mensageiros da vitória para confortar o próximo em momentos de dificuldades. Logo, você irá adquirir a serenidade necessária para ouvir nos momentos de dificuldade dos outros, além de encontrar amigos verdadeiros, que lhe ouçam e aconselhem, ao seu próprio exemplo. Que assim seja!

Referências:
BÍBLIA SAGRADA. Tradução da CNBB, 18 ed. Editora Canção Nova.
FRANCISCO. Carta Apostólica Misericordia et misera. Dado em Roma em 20 de novembro de 2016.

COMENTÁRIOS
Tradutor / Translator